Bem vindo ao Clã do Whisky!
Clã do Whisky
Imigrantes Bebidas

Mais de 100 rótulos de whiskies diferentes
Whisky na Oceania

A Austrália e a Nova Zelândia têm um pequeno número de destilaria produzindo malt. Alguns deles têm sido comparados com os melhores escoceses. A tasmânia, em particular, tem condições ideais para produção do whisky. no entanto, os whiskies desses dois países dificilmente são encontrados fora dos mercados domésticos.

Até 1938, a Oceania era o maior mercado importador de whisky escocês, e não é de surpreender que os colonos escoceses tenham montado destilarias na Austrália e na Nova Zelândia durante o século XIX. A maior parte era de alambiques irregulares nas fazendas, mas existiram algumas tentativas industriais de curta duração, como a destilaria Nova Zelândia, em Dunedin (1867-73) e a Crown, em Aucklan, na Nova Zelândia (1865-79) ambas abertas em resposta a queda de impostos para produção de bebidas locais. Mas fecharam logo, quando os impostos subiram novamente, após pressão dos bancos escoceses, que financiaram a construção das ferrovias locais.

A primeira tentativa de fazer renascer a tradição de destilação na Nova Zelândia foi a destilaria Wilson's Willowbank, em Dunedin (1964-95), cuja marca Lammerlaw se tornou razoavelmente conhecida na Europa e na àsia . Durante os anos de 1990, no entanto, o foco do renascimento era Austrália, particularmente a Tasmânia onde cinco destilarias abriram- apesar de uma já ter fechado. As razões para isso são uma combinação de clima - a Tasmânia tem o ar mais puro do mundo e muita água limpa- e bastante terra fértil para cultivar cevada.

Mais três destilarias operam com sucesso no sul da Austrália. São todas pequenas, mas produzem whisky com uma personalidade australiana única.




Conheça Também:

Imigrantes Bebidas
Adega do Vinho
Vodkas.com.br
cervejanacionaleimportada.com.br
Bebidaebebidas.com.br
Alambique da Cachaça
Absintos.com.br
3800155